1. Adaptar o MODELO DE PROJETO DE RESOLUÇÃO de acordo com as definições de cada câmara municipal/assembleia legislativa.

    2. Acionar a rede de Procuradorias da Mulher para verificar a presença e atuação de vereadoras e deputadas de outras casas legislativas na articulação política.

    3. Promover evento dentro da casa legislativa com participação da comunidade, ouvindo seus anseios e promovendo debates sobe o tema no ambiente legislativo.

    4. Articular a aprovação do projeto com todos os partidos mostrando que essa é uma pauta que está além das divergências partidárias, reunindo adeptos de diferentes linhas ideológicas nas diversas casas legislativas onde a Procuradoria já existe.

    5. Acionar a imprensa antes da apresentação do projeto para tornar públicos os esforços das vereadoras e deputadas e fazer pressão pública para sua aprovação (conversar com a área de comunicação da câmara municipal/assembleia legislativa para providenciar releases e articular a pauta com os canais de TV, emissoras de rádio, sites e jornais locais).

    6. Preparar discurso para ser proferido nos eventos de mobilização, na tribuna da casa e em outras oportunidades de articulação para aprovação do projeto.
Skip to content